6.5.11

Apoptoses

À meia-noite
o Dia começa.

Eu sou aquilo
que se supera a si mesmo.

Por muito tempo
busquei o infinito

até enfim captar
que querer o tudo
era querer o nada...

Por muito tempo
busquei a verdade

até enfim captar
que ela é fria, sem vida

o real obtuso
que não se pode afagar
é seco e estúpido,

mas a ilusão
Ah! a ilusão!
nela tudo que respira tem seu lugar.

Sem comentários:

Enviar um comentário