27.9.11

Antes de preencheres o vazio com palavras de universo
lê com cautela o que te vai no sangue.
Anda como se contasses os passos até ao dia de morrer
e dorme como se desejasses acordar com fome de vida,
do outro lado da vida, onde os teus sonhos são castelos concretos.

Sem comentários:

Enviar um comentário