23.11.09

Amor galopa

O amor galopa entre as nuvens da estrada e a poeira do tempo

O calor do bravio sol navega na pele dura e morena

O corpo saltitando,leve e suave, cavalga ao encontro do desejo

Os pássaros sussurram ao escutar o coração que se cala

O afeto forte vem com o suor respingo de gosto salgado

Os abraços aguardam serenos os beijos a espreita do olhar

O homem na dobra da trilha ampara a chegada e é o porto da partida

Ao encontro da galopante corrida, a paixão palpita

O eterno sentimento revolve os cabelos que dançam

O vento vem suave e com ternura freia, ao encontro do amor.

Diana Balis, Rio de Janeiro, 5 de outubro de 2009

1 comentário:

  1. olá diana balis!
    seja bem vinda!
    cada frase um poema.
    saudações poéticas

    ResponderEliminar